Gerente Completo
thumbnail

Manutenção preditiva, preventiva e corretiva: saiba tudo!

Facebook Gerente Completo Linkedin Gerente Completo
20/06/2020

Hoje criei um conteúdo muito importante para você que deseja ir para um próximo nível em sua carreira profissional. Preparei um texto sobre os tipos de manutenção presentes nas empresas e como é fundamental que um gestor entenda sobre isso.

Quais são as manutenções que é preciso fazer? Bom, independentemente de ser gerente ou não, é claro que em sua empresa você tem material e produto, em qualquer setor. Em todos esses casos, é necessário que se faça uma manutenção.

Mas se você for um gerente de operações e manutenções, isso, obviamente, precisa estar na sua veia. Então você precisa entender o que é manutenção preventiva, preditiva e corretiva e saber aplicá-las em cada caso, quando necessário.

Vou explicar melhor sobre e em quais casos cada uma se aplica, utilizando exemplos do nosso dia a dia para que você entenda melhor. Continua aqui!

Manutenção corretiva

Se você é o gerente que está sempre corrigindo problemas, você é aquele que faz parte da manutenção corretiva de uma empresa. Vou usar um exemplo para que você entenda melhor como funciona esse tipo de manutenção:

“Estou dirigindo o meu carro e o motor acabou fundindo. Ou seja: eu preciso corrigir o problema para continuar o meu caminho, certo? Mas o que faltou aqui? Faltou a sua atitude como gerente.

Por quê? Talvez tenha sido imprudência, negligência da sua parte em entender que era preciso trocar o óleo do carro; por não ter percebido que era hora ou não ter notado o momento da troca no próprio painel do veículo, ou você sabia, mas não fez, deixou para depois. Nesse caso, você precisa agir! Corrigindo e trocando o que estragou.”

Ou seja: o importante é o contexto que você precisa fazer na gerência. E como o próprio conceito sugere, essa manutenção consiste na correção imediata de problemas que inviabilizam o bom funcionamento do trabalho, causando prejuízos no processo.

Embora essa manutenção não seja algo programado, ela pode ser planejada para que não ocorra através da manutenção preditiva, que você vai ver a seguir.

Manutenção preditiva

Sigo com outro exemplo para depois explicar melhor sobre o tipo preditivo de manutenção. Por exemplo:

“Você trabalha em uma empresa de energia elétrica e, em certo momento, precisa pegar um medidor de temperatura para apontar para o transformador do poste e verificar a temperatura dele. Você vai ter, provavelmente, dados de manual, que demonstra que a cada tantas horas é necessário trocar peças do transformador devido a temperatura que oscila pelo tempo e as avarias.

Mas, o fato de colocar o termômetro no poste fará com que você saiba como está a temperatura. O termômetro, ao detectar isso, demonstra como a temperatura volatiliza ou não, e se tem picos. Assim, você, ao olhar o gráfico, já começa a predizer se aquele equipamento vai dar problema mesmo recebendo manutenção de engenheiro.

Neste caso, você, como gerente, precisa trocar as peças e o que for necessário para que isso se solucione antes que cause problemas e você precise agir na correção.”

A manutenção preditiva é muito semelhante à preventiva, sendo, muitas vezes, termos confundidos.

A diferença é que a manutenção preditiva é baseada numa inspeção e observação, levando em consideração as condições quanto ao funcionamento. E se identificar problemas que já estão ocorrendo ou poderão ocorrer, é feita a prevenção.

Manutenção preventiva

O tipo de manutenção preventivo nada mais é do que se prevenir.  Por exemplo: “você é piloto de aeronave e sabe que a cada tantas horas de voo, o avião precisa de manutenção como um todo, assim, depois de feita, você anota, mostrando o que verificou e fez. Isso é prevenir-se para que nada aconteça. Para não ser negligente.”.

A manutenção preventiva é um conjunto de estratégias de monitoramento e controle, com o objetivo de impedir falhas e problemas. Sendo uma manutenção planejada, realizada de maneira periódica com base em um cronograma e/ou índice de funcionamento.

O que fazer diante de cada tipo de manutenção?

E o que você, como gestor, precisa fazer para que isso aconteça? Como fazer as manutenções de maneira eficaz sem que nada aconteça? Simples: aposte em um checklist, que advém de um plano.

Primeiramente, tenha um plano de manutenção que contemple a escala de preditiva, e preventiva. Se, caso, tiver que corrigir algo, utilize o protocolo. Sim, você age na prevenção para não ocorrer intervenções, mas, se acontecer, é necessário recorrer ao protocolo antes de corrigir.

Mas, lembre-se sempre: é preciso identificar os riscos, para evitar correção. O plano e o checklist servem para verificar a prevenção, para não chegar na correção.

Parece óbvio, mas nem sempre é. E você, como gerente, precisa estar atento.

Mas tem algum material que eu posso utilizar para isso? Criei um plano de manutenção com exemplos, com tarefas que precisam ser feitas, com manutenção para áreas, para você entender e aplicar na prática.


É uma planilha simples, mas fundamental para que um gerente se torne completo, dando um up na carreira e indo para um próximo nível. Eu vou disponibilizar para você essas duas planilhas para que você possa fazer download, como forma de ajudar você nesse momento.

Você ainda pode conferir esse conteúdo em vídeo, com orientações ainda mais explicativas e objetivas sobre as manutenções.

Além do acesso ao vídeo desse material, clicando abaixo, você pode baixar mais 21 Pílulas de Carreira, com vídeos gratuitos sobre assuntos essenciais para que você conquiste os seus melhores resultados como gestor e vá para um próximo nível em sua carreira.

Inscreva-se agora mesmo no curso Pílulas de Carreira, 100% gratuito, tenha acesso às aulas e a todos esses materiais!